No âmbito da celebração do dia da Língua Materna (20 de fevereiro), temos como tema de trabalho "A diversidade religiosa na Madeira, século XIX: vidas ignoradas." 
Pretende-se divulgar uma particularidade da História da Madeira, questionar o pensar e o agir humano no passado e no presente, tendo como ponto fulcral a proximidade com o Outro, única forma de respeito dessa mesma diversidade.
 
Para aceder ao programa, selecione aqui